Hemorroidas ou Fissuras ? Qual a Diferença, Como Distinguir?

Tempo de leitura: 5 minutos

São Hemorroidas ou Fissuras? Quando se fala de incômodos problemas que interessam à área anal do nosso corpo, muitos tendem a confundir entre eles, recorrendo sistematicamente aos mesmos fármacos para o tratamento de ambos os problemas.

Na verdade é de fundamental importância distinguir as duas sintomatologias, para adotar o tratamento específico adequado para combater os distúrbios e possivelmente também o aparecimento de cada um deles: não quer dizer que se deva obrigatoriamente recorrer à terapia farmacológica.

Começaremos por distinguir os dois distúrbios, que, mesmo frequentemente confundidos, “Hemorroidas ou Fissuras” não são interagentes entre elas.

Hemorroidas ou Fissuras? Entenda a diferença

Hemorroidas ou Fissuras, qual a diferença?

  1. As hemorroidas se apresentam como uma dilatação do tecido vascularizado (ou seja, dos vasos sanguíneos), que se encontram embaixo do revestimento do ânus: se classificam como internas e externas ao canal anal e podem provocar distúrbios mais ou menos graves.
  2. As fissuras, por sua vez, são pequenas lacerações propriamente ditas, no tecido cutâneo situado correspondente ao ânus, que se verificam a seguir de uma excessiva dilatação, da qual o ânus é submetido para permitir a passagem de fezes particularmente grossas e duras.

Em ambos os casos nos encontramos diante de patologias não mortais, que, porém, podem provocar um grande sofrimento e gerar no paciente o medo de defecar, comprometendo a serena condução das suas atividades cotidianas, bem como o repouso noturno…

…Quem sofre de hemorroidas ou fissuras frequentemente, de fato, tem dificuldades para adormecer por conta das tensões que sente a nível intestinal e do prurido, por vezes acompanhado de dor, que abrange a região anal.

Além disso, permanecer sentado ou em pé por muito tempo pode resultar incômodo e gerar sofrimento em quem é obrigado por conta de compromissos de trabalho e geralmente as próprias condições de vida são influenciadas fortemente pelo problema.

A fadiga e o estresse ligados às hemorroidas e fissuras, de fato, podem comprometer o nosso estado psicofísico, o nosso humor e a nossa capacidade de apreciar os prazeres que cada dia nos reserva.

Terapias tradicionais no Tratamento das Hemorroidas ou Fissuras

Quanto ao que diz respeito às hemorroidas, se de grau leve elas são tradicionalmente tratadas através do emprego de fármacos que resultam eficazes em aliviar rapidamente e temporariamente o incômodo.

Não espere que o creme ou os supositórios cortisônicos que se adquire em farmácia possam resolver definitivamente os problemas de hemorroidas! Eles representam, quando muito, um válido aliado em caso de aparecimento súbito e agudo de dor, mas precisam de qualquer forma ser empregados por um período de tempo limitado…

…Recorrer frequentemente aos fármacos cortisônicos anti-hemorroidas ou consumir doses exageradas deles pode trazer efeitos colaterais mais ou menos graves, dependendo de cada organismo, que pode se demonstrar mais ou menos sensível e diferentemente tolerante em relação ao anestésico contido no produto.

hemorroidas ou fissuras: dieta ideal

Também para a cura das fissuras, caso a revisão da dieta, incrementando quantias de fibras e líquidos, não fosse suficiente para resolver o problema, encontram-se disponíveis pomadas a base de nitroglicerina que ajudam a remediar o problema de maneira eficaz, mesmo que temporária.

Essas pomadas agem como anestésicos do esfíncter, que é adormentado por um certo número de horas, impedindo assim a sua forte e contínua contração; desse modo é fornecido ao organismo tempo necessário para a sua autorregeneração.

Outras Alternativas à Pomadas

Em alternativa à pomada, se pode recorrer a uma injeção de Tóxico de botulínica (o mesmo usado em cirurgia estética para combater as rugas), que tem a mesma função de relaxar o músculo anal, nesse caso por vários meses…

…As injeções de botulina, todavia, não somente são muito caras, mas também particularmente dolorosas, já que são de interesse a uma área já dolorida por conta das fissuras: além disso, é preciso lembrar que a botulina é a bactéria mais tóxica atualmente conhecida e a sua administração deve, então, ser efetuada exclusivamente por pessoal altamente preparado.

Que se prefira as injeções, ou que se opte pela pomada, se trata, em ambos os casos, de remédios que não preveem reincidências – que no caso das fissuras são infelizmente frequentes – e sobretudo não têm uma função propriamente dita de tratamento das fissuras, operando somente de anestésico da dor.

De fato, os distúrbios de hemorroidas e fissuras, na maior parte dos casos, podem ser resolvidos de modo definitivo, contanto que se intervenha na raiz da problemática sem menosprezá-la e prestando atenção a todos os sintomas que assinalam o surgimento.

Qual a Melhor Solução no Tratamento de Hemorroidas ou Fissuras

Se o distúrbio estiver ligado à prisão de ventre ou diarreia, por exemplo, uma boa norma será a de prestar atenção à própria regularidade intestinal, intervendo assim que se perceber qualquer variação anômala.

Desse modo, não será necessária a utilização de medicinais invasivos, mas se poderá recorrer a remédios completamente naturais: o primeiro âmbito no qual intervir é a dieta, para corrigir a tendência de evacuações muito raras ou muito frequentes.

Melhor focalizar em evitar o aparecimento das problemáticas que precisar combatê-las, uma vez que os incômodos e dolorosos sintomas tenham já feito sua aparição.

Da mesma forma, aplicar um adequado tratamento local a base de extratos naturais, assim que perceber a presença de hemorroidas ou fissuras, poderá evitar recorrer a produtos mais agressivos e de maiores efeitos colaterais.

Uma dieta sã e modulada a base das necessidades do próprio corpo permitirá que se evite o aparecimento dessas patologias ou que se favoreça o desaparecimento, evitando que elas atinjam um estágio avançado.

Ouvir o próprio corpo, aprender a conhecê-lo e a modular a própria vida a base das suas necessidades poderá pôr em segurança também os mais predispostos à formação de hemorroidas e fissuras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *